Recent

Homem que matou Agente de Saúde em Sítio do Quinto(BA) é condenado a 22 anos de prisão

Nesta quarta-feira (12), um tribunal formado por populares em Jeremoabo (BA), condenou Gilmário de Jesus Menezes, de 37 anos de idade, ao cumprimento de pena de 22 anos e nove meses de prisão pelo crime de feminicídio cometido contra sua companheira, Silvânia Bento de Andrade, 41, em 04 de fevereiro de 2019.

De acordo com denúncia, o assassinato foi praticado com disparos de um revólver calibre. 38 no dia 4 de fevereiro, logo após um desentendimento do casal, que teria sido motivado por ciúmes. O crime ocorreu na casa da própria vítima, situada na Rua Vasco da Gama, em Sítio do Quinto, no Nordeste Baiano.

Após efetuar os disparos contra a namorada, Gilmário chegou a fugir da cena do crime, mas a mulher antes de ir a óbito revelou que teria sido ele, o autor do ataque, o que foi ratificado por vizinhos do casal. Em menos de duas horas, o indivíduo foi localizado no Povoado de Tingui, ainda em Sítio do Quinto, e detido.

A acusação do caso foi sustentada pelo promotor de Justiça Leonardo Candido Costa, que defendeu a tese de homicídio qualificado por motivo fútil. Gilmário cumprirá o restante da sua pena em regime fechado.
A pena de reclusão para que pratica o crime de feminicídio pode variar de 12 a 30 anos, sem considerar condições agravantes. O feminicídio entrou para o Código Penal como uma qualificadora do crime de homicídio, no rol dos crimes hediondos. Isso ocorreu a partir da Lei 13.104/2015, derivada de projeto da Comissão Mista da Violência contra a Mulher.

Na época a prefeitura de Sítio do Quinto decretou luto oficial neste dia (05). Silvania Beto, trabalhava como agente de saúde desde Abril de 2008, e era uma pessoa querida e respeitada por todos os colegas de profissão. O crime chocou a população e comoveu o município de Sítio do Quinto.

Da redação, Conexão Verdade. Informação além da notícia.

Nenhum comentário