Recent

Acajutiba-BA: Tribunal de Justiça quebra sigilo de prefeito e PM em investigação de assassinato

 

O prefeito de Acajutiba, no Agreste baiano, Alex Freitas, e um policial militar que atua no município, tiveram os sigilos telefônicos quebrados em decisão da última sexta-feira (21) pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Os dois são acusados de envolvimento na morte de André Santos de Souza, conhecido por fazer críticas à gestão de Freitas.

A decisão do desembargador Luiz Fernando Lima ocorreu após pedido da delegacia local. O magistrado deu 24 horas para as operadoras TIM, Vivo, Oi e Claro liberarem os áudios e mensagens do período entre 1° de janeiro e 21 de junho passado, um dia após o assassinato de André Santos Souza. O desembargador ainda intimou a representação do aplicativo WhatsApp no país para fornecer em 48h logs de acesso dos últimos dois meses dos acusados. As operadoras de telefone ainda terão de interromper por 24h mensagens pelo WhatsApp dos investigados.

Segundo as investigações, Alex Freitas é suspeito de ser o mandante do crime. No começo da noite do dia 20 de junho, André Santos de Souza conversava com o pai em uma rua, perto da casa onde morava. Ele se afastou para atender um telefone. No momento, dois homens a bordo de uma motocicleta se aproximaram, um deles sacou uma arma e disparou várias vezes. Após os tiros, a dupla fugiu. A ação durou segundos.

Nenhum comentário