Recent

Vitória da Conquista-BA: Câmara rejeita pedido de impeachment de Herzem Gusmão

Enquanto Herzem Gusmão (MDB), prefeito de Vitória da Conquista, oficializa sua candidatura à reeleição em um convenção que acontece em salão de eventos na manhã desta quarta-feira (9), a Câmara Municipal votou dois pedidos para abertura de processo de impeachment contra o gestão. 

Os pedidos foram formulados pelo vereador David Salomão (PRTB) e  apreciados pelo plenário da casa legislativa, que rejeitou as duas representações. O suplente de vereador Chico Estrela substituiu Salomão nas duas votações, pois o autor da ação não fica impedido de participar das votações.

A primeira a ser votada teve relação com supostas irregularidades cometidas pelo prefeito na contratação de um empréstimo de R$ 60 milhões junto à Caixa Econômica Federal através do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa II) para execução de obras no município. Apenas Chico Estrela votou pela admissão do processo, os demais vereadores votaram contra.

Já o outro processo contra Herzem é relacionado à contratação das empresas que prestam o serviço de transporte coletivo na cidade. O vereador apresentou o pedido de impeachment do prefeito alegando que os contratos atuais têm causado prejuízos ao município. Neste processo, 7 vereadores votaram pela admissibilidade do pedido e outros 11 pelo arquivamento. Eram necessários dois terços dos votos dos vereadores para que o prefeito fosse processado.

Convenção

Durante todo o dia acontece a convenção municipal da coligação “Cidade para Todos”, do MDB, Democratas e PTB. O evento oficializa a candidatura de Herzem Gusmão à reeleição, com a Ana Sheila Lemos (DEM) como sua vice.

Nenhum comentário