Publicidade

ANUNCIANTES

Náutico perde por 2x0 para a Ponte Preta, pela Série B

Não foi desta vez que o técnico Hélio dos Anjos conseguiu vencer a primeira partida fora de casa no comando do Náutico, na Série B do Campeonato Brasileiro. Diante da Ponte Preta, a equipe foi derrotada por 2x0, no Moisés Lucarelli. Mesmo com o tropeço, o Timbu não perdeu posição, permanecendo em 16º, com 39 pontos. Os pernambucanos foram beneficiados com o empate do Vitória (17º, com 39) perante a Chapecoense, no Barradão, em 0x0. 

Com menos de 30 minutos do primeiro tempo, Hélio dos Anjos fez a primeira mudança, tirando o volante Renan Foguinho e acionando Ruy. Cedo? O cenário do jogo mostrou que não. Tempo era artigo de luxo para os alvirrubros. Afinal, em 12 minutos, o Náutico já perdia por 2x0 e não esboçava reação.

O primeiro gol veio pelo alto. Bruno Rodrigues cruzou pela esquerda e Camilo, no meio da zaga alvirrubra, subiu sozinho para cabecear e fazer 1x0. Com o Náutico ainda tentando se reorganizar, a Macaca deu o segundo golpe. Novamente com o camisa 10, em cobrança de falta forte, no canto onde estava posicionado Anderson. 

O Náutico melhorou nos últimos 15 minutos. Mas só ofensivamente. Explorando mais as pontas, com Dadá Belmonte e Erick, o Timbu esteve próximo de diminuir a desvantagem. O camisa 33 chutou colocado e a bola acertou a trave. Enquanto isso, na defesa, Rafael Ribeiro e Ronaldo Alves batiam cabeça. Em um dos lances, Bruno Rodrigues saiu cara a cara com Anderson, mas a cavadinha parou nas mãos do camisa 12 do Timbu.

O segundo tempo começou da mesma forma que terminou o primeiro, com a Ponte apostando nos contra-ataques. Em um deles, Matheus Peixoto saiu na cara de Anderson, mas isolou a bola. No lado alvirrubro, antes de pensar no empate, era preciso conseguir o primeiro gol para pressionar os mandantes. Ronaldo Alves, de cabeça, Bryan, em chute de longe, e Kieza, na pequena área, tiveram boas chances cada, mas sem sucesso. O 2x0 ficou imutável, jogando ainda mais pressão para os pernambucanos na reta final da Série B. 

Ficha técnica

Ponte Preta 2

Ygor; Apodi, Luizão, Wellington Carvalho e Yuri; Barreto (Neto Moura), Vinicius Zanocello (Dawhan) e Camilo (Pedrinho); Luan Dias (Guilherme Pato), Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (Tiago Orobó). Técnico: Fábio Moreno

Náutico 0

Anderson; Bryan, Rafael Ribeiro, Ronaldo Alves (Thassio) e Camutanga; Djavan (Trindade), Renan Foguinho (Ruy) e Jean Carlos (Jorge Henrique); Dadá, Erick (Carpina) e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos.Local: Moisés Lucarelli (Campinas/SP)

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG). Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (ambos de MG)
Gols: Camilo (aos 6 e 12 do 1ºT)
Cartões amarelos: Wellington Carvalho, Vinicius, Barreto (P); Djavan, Barreto (N)

Nenhum comentário