Publicidade

ANUNCIANTES

Confiança perde para o 4 de Julho e é eliminado da Copa do Brasil


O Confiança caiu na Copa do Brasil. Em partida contra o 4 de Julho nesta quarta-feira, na cidade de Piripiri, no Piauí, o Dragão acabou derrotado por 1 a 0 e deu adeus a competição milionária – deixando de ganhar aproximadamente 600 mil reais só na primeira fase. Melhor para o time do interior piauiense, que pela primeira vez na história avançou de fase na competição e embolsou a premiação.

De cara, as equipes tiveram que enfrentar o problema da drenagem do campo. O gramado do Estádio Municipal Ytacoatiara estava encharcado e assim permaneceu por praticamente toda partida. A situação foi alvo de críticas do presidente do Confiança, Hyago França, através de publicações nas redes sociais.

O Confiança entrou em campo com Rafael Santos, Marcelinho na direita, os zagueiros Luan Bueno e Nirley, e Everton na lateral esquerda; Gilberto, Serginho e Bruninho no meio, Willians, Robinho e Lucas Barcellos no ataque.

Apesar do favoritismo, o Dragão apresentou pouco futebol em campo. Já na primeira etapa, os lances de maior perigo eram criados pelos donos da casa.

As principais emoções da partida ficaram para o segundo tempo. O 4 de Julho continuou pressionando o Confiança e obrigou Rafael Santos fazer boas defesas no início da etapa e aos 71 minutos. Quem mais levava perigo pelo Confiança era o meia Bruninho.

A situação piorou para os visitantes quando o volante Gilberto, em menos de cinco minutos, levou dois cartões amarelos e acabou expulso.

Com um a menos do outro lado, o 4 de Julho começou a achar caminhos para o gol. De tanto insistir, a bola acabou entrando. Nos acréscimos, Diguinho cruzou na área e o zagueiro Caio César testou na primeira trave e mandou no fundo das redes: 1 a 0 para os donos da casa.

O Confiança não teve tempo para qualquer reação. O juiz apontou para o meio e encerrou a partida.

Agora o time sergipano volta suas atenções para o Campeonato Sergipano, Copa do Nordeste e, mais a frente, a Série B do Brasileirão.

Nenhum comentário