#footer Ataques a bancos na Bahia aumentam mais de 400% no período de janeiro a abril - REDE CONEXÃO VERDADE - Com você sempre a Frente!

Publicidade

ANUNCIANTES

Ataques a bancos na Bahia aumentam mais de 400% no período de janeiro a abril

Treze agências bancárias foram alvo de explosões no período de janeiro a abril de 2021 na Bahia. O número representa um aumento de 433% em relação ao mesmo período de 2020, quando houve três registros, conforme informações do Sindicato dos Bancários da Bahia.

Com os ataques, realizados por bandos fortemente armados, os moradores das cidades do interior são os que mais sofrem, já que são obrigados a procurar atendimento bancário em outras cidades. Em Abaré, por exemplo, cuja explosão da agência do Bradesco ocorreu no dia 6 de abril, os munícipes precisam percorrer 50 Km, até as cidades de Chorrochó, na Bahia; e Cabrobó, no Sertão de Pernambuco. Na capital, a população precisa em muitos casos se locomover até outros bairros em busca de atendimento.

Os casos registrados até então ocorreram em Salvador (5), Tanque Novo (2), Lagoa Real (1), Sapeaçu (1), Itiruçu (1), Abaré (1), Campo Alegre de Lourdes (1) e Muniz Ferreira (1).

O registro mais recente neste ano aconteceu nesta terça-feira, 13, no Porto Seco Pirajá, na capital baiana, onde criminosos explodiram uma agência do Banco do Brasil, que ficou completamente destruída. Como na maioria dos casos, o ataque foi praticado durante a madrugada, por volta das 3h40, e assustou moradores da região. Com o impacto da explosão, o teto da unidade bancária veio abaixo e diversos materiais da agência foram parar em via pública.

As polícias Civil e Federal (nos casos de instituições federais) investigam os casos.

Medidas preventivas

Na tentativa de coibir as ações, a Secretaria da Segurança Publica da Bahia (SSP-BA) informou que já adotou medidas para identificar os grupos criminosos responsáveis pelos últimos ataques a banco no estado. Entre as medidas, está a partilha de informações com as polícias de outros estados.

Apesar do aumento de 433% em relação ao ano passado, a SSP informou que “essa modalidade de crime vem caindo nos últimos seis anos na Bahia, fruto de muito trabalho conjunto, resultando em várias prisões, e que todas iniciativas estão sendo adotadas para que essa realidade continue”.

No fim de semana passado, uma ação integrada prendeu três suspeitos de ataques contra agências bancárias na Bahia. O flagrante ocorreu na BR-101, trecho de Itabela. Com os criminosos foram apreendidos explosivos, fuzil, submetralhadora, pistolas, espingarda, revólver, coletes balísticos e farta munição.

Com Informações do Jornal Atarde

Nenhum comentário