Publicidade

ANUNCIANTES

Polícia interrompe transmissão de live do cantor Antônio o Clone e Dedé Brasil em Itabaiana-SE

Na tarde deste domingo (11), a transmissão de uma live de artistas sergipanos foi interrompida pela Polícia Militar (PM), em um estabelecimento comercial, na cidade de Itabaiana.

 

De acordo com o cantor Antônio O Clone, o restaurante não estava funcionando e a live estava sendo realizada para ajudar os músicos que estão em situação financeira difícil há mais de um ano, em virtude da paralisação dos shows devido à pandemia do coronavírus. “O nosso objetivo é só não passar fome e levar comida para os nossos irmãos músicos que não estão sendo assistidos pelo poder público”, contou.

 

Em um áudio, o cantor Dedé Brasil não escondeu a chateação com o fato. “Estamos impedidos de fazer shows, concordamos com isso devido a pandemia. Estamos mantendo o distanciamento e usando o álcool em gel, agora lembrando que os músicos estão passando fome e quem está matando a fome dos músicos somos outros artistas que se solidarizam e estamos sendo impedidos. Estamos fazendo live para levar comida pra casa e para os outros artistas”, esbravejou.

O tenente-coronel Fábio Machado explicou que a live foi interrompida porque o estabelecimento comercial em que estava sendo realizada, tinha somente autorização (pelo decreto governamental em vigor) para funcionar aos finais de semana como 'delivery' de sua atividade finalística, que é o fornecimento de alimentação.

 

“Por esse motivo, a equipe da PM ao chegar ao local determinou o encerramento imediato do evento, o que foi atendida prontamente pelo organizador. Pelo decreto governamental em vigor, qualquer evento cultural de qualquer natureza necessita de comunicação e prévia autorização da Secretaria de Estado da Saúde”, disse Machado.

Nenhum comentário