Publicidade

ANUNCIANTES

Chuvas deixam 444 desalojados e desabrigados em Pernambuco


O Governo de Pernambuco, através da Secretaria Executiva de Defesa Civil do Estado e demais órgãos, está monitorando os impactos das chuvas que atingem diversas regiões do Estado desde a tarde da última quarta-feira (12). 

A Central de Operações registrou, nesta sexta (14), 444 pessoas desalojadas e desabrigadas. A maioria dessa população está em Tracunhaém, na Zona da Mata Norte, onde 60 pessoas estão desabrigadas e 246 estão desalojadas. 

Foram registrados desalojados também no Recife (60), em Camaragibe (40) e em Itamaracá (2). Entre os desabrigados, são 13 em Ipojuca, nove em Igarassu, sete em Itamaracá, duas em Tamandaré e quatro em São Lourenço da Mata. 

Desalojado é quando a pessoa foi obrigada a abandonar a própria residência em função de desastre ou evacuação preventiva, mas não necessariamente precisa de abrigo governamental, podendo estar abrigado com amigos e/ou familiares. 

O desabrigado é aquele cuja residência foi afetada por algum dano ou há ameaça de ocorrer algum acidente e que precisa de abrigo governamental. 

Morte


Em Jaboatão dos Guararapes, um deslizamento de barreira soterrou quatro pessoas de uma mesma família. O desastre aconteceu na Sexta Travessa Murilo Braga, 54, no bairro de Sucupira. 

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco, uma das vítimas, um rapaz de 16 anos identificado como Otávio Pessoa de Siqueira, foi encontrado por volta das 21h da quinta (13). 

Na manhã desta sexta (14), foi localizado o corpo de uma mulher que a família identificou como sendo a mãe, de nome Silvia. A equipe continua no local em busca dos demais membros da família.

Estradas 


O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos (Seinfra), está monitorando as rodovias estaduais e federais, nos trechos sob sua responsabilidade.

Na Zona Sul do Recife, o Túnel Felipe Camarão foi interditado temporariamente, pois o sistema hidráulico não está conseguindo executar a drenagem do grande volume de água tão rápido quanto a situação necessita. 

O DER sugere aos motoristas que trafegam no sentido Jaboatão/Recife, com destino ao bairro do Jordão, que sigam pela Avenida Mascarenhas de Morais, em direção ao Recife, e retornem pelo viaduto sobre a linha férrea, em frente ao edifício-garagem do Aeroporto. 

Para os que estão transitando do bairro do Jordão sentido Recife, a orientação é seguir pela direita, pegar a Av. Mascarenhas de Moraes sentido Jaboatão e fazer retorno no viaduto após entrada de Porta Larga.

Nas rodovias federais, nos trechos sob jurisdição da autarquia: A BR-232 tem trafegabilidade normal, contudo, a pista bastante molhada requer atenção. Na BR-101, km 59, no bairro da Guabiraba, identificou-se um acúmulo de vegetação no acostamento, sentido Paulista. 

Também foi identificado, no km 83, Jaboatão/Recife, pista alagada e cerca de 4 km de engarrafamento e de 3 km de trânsito lento no sentido Litoral. Ainda na 101, no km 68, no bairro de Cidade Universitária, sentido Ceasa, a pista secundária tem um pouco de retenção d’água. A PRF já notificou o fato ao DNIT, órgão responsável pela conservação da via.

Chuvas


De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), os maiores índices registrados nas últimas 24 horas foram no Recife (98,44 mm), em Abreu e Lima (87,07 mm), Paulista (86,94 mm), Ipojuca (86,5 mm) e Olinda (82,13 mm). 


A previsão é de que as chuvas diminuam na Região Metropolitana e sigam de forma leve a moderada para o Agreste e o Sertão do Estado.

Em casos de emergência, os contatos da Central de Operações da Codecipe são 199 e 3181-2490. Já o do Corpo de Bombeiros é o 193.

Nenhum comentário