Publicidade

ANUNCIANTES

Prefeitura de Paulo Afonso(BA) gasta dois milhões com gabinete do prefeito


Enquanto Estados e municípios sofrem a elevação drástica dos gastos públicos em razão do agravamento da pandemia, em Paulo Afonso sobram recursos, inclusive para investir no gabinete do prefeito Luiz de Barbosa de Deus (PSD).

Em um vídeo que bombou nas redes sociais agora a tarde, o ex-vereador Mário César Barreto de Azevedo(PSDB), denuncia o gasto exagerado da prefeitura com o gabinete executivo. Segundo Galinho em plena pandemia, eles optaram por “adoçar” o ego do gabinete do prefeito que não dispõe de 15 funcionários com mais de dois milhões de reais, apenas no 1º quadrimestre de 2021, enquanto o investimento no setor que está diretamente ligado ao combate da pandemia, a vigilância Sanitária e epidemiológica, foi de apenas 700 mil.

Galinho sentencia que ai está explicado porque Paulo Afonso é o terceiro no ranking em números reais de casos ativos da COVID, atrás apenas da capital do Estado, e feira de Santana que em relação Paulo a Afonso em nível populacional é uma metrópole.

Em meio à crise sanitária e humanitária sem precedentes, com milhares de pauloafonsinos vivendo em situação de vulnerabilidade social, fica uma pergunta: seria tão urgente investir no gabinete do prefeito num momento em que a ocupação nos leitos é de 100% na UTI do HMPA, 100% na UTI UPA Covid, 100% nos leitos semi-intensivos do HNAS Covid, 100% nos semi-intensivos do Hospital de Urgência Covid (UPA), 100% na triagem, 50% nos semi-intensivos no HMPA e 22% na ala verde (HMPA), que falta comida na mesa de tantos pauloafonsinos e milhares de famílias estão impossibilitadas de trabalhar e honrar os seus compromissos?

Mário galinho sugere que com base no quadro exposto durante audiência publica nesta sexta-feira (28), no plenário Dr. Manoel Josefino Teixeira, os gastos do prefeito no combate à pandemia sejam  investigados pelo Ministério Público Federal.


Nenhum comentário