Publicidade

ANUNCIANTES

Ricardo Barros nega ter participado de irregularidade na compra da Covaxin


O líder do governo Bolsonaro na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), negou qualquer participação na negociação para a compra da vacina indiana Covaxin contra a Covid-19. Em depoimento na CPI da Covid no Senado, o deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) havia dito que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apontou Barros como responsável pelo suposto esquema de superfaturamento na compra do imunizante.

“Não participei de nenhuma negociação em relação à compra das vacinas Covaxin. Não sou esse parlamentar citado. A investigação provará isso. Também não é verdade que eu tenha indicado a servidora Regina Célia como informou o senador Randolfe. Não tenho relação com esses fatos”, afirmou o líder do governo pelas redes sociais.

Nenhum comentário