Publicidade

ANUNCIANTES

Um dos criminosos mais procurados de Alagoas é morto em troca de tiros com a polícia

Elielson Firmino da Silva, de 30 anos, conhecido como 'Elson da Biquinha', um dos criminosos mais procurados de Alagoas, foi morto em uma troca de tiros com a polícia nesta terça-feira (22). O óbito foi confirmado nesta manhã pelo Hospital Geral do Estado (HGE).

Elson da Biquinha teria reagido a uma investida de militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do 8º Batalhão durante operação no município de Rio Largo e atirou diversas vezes contra as equipes.

Após ser atingido, o suspeito de alta periculosidade foi encaminhado ao hospital, porém chegou à Área Vermelha Trauma às 6h25 já sem vida. Ele foi ferido por disparos de arma de fogo na região do abdômen e tórax.

Segundo informações da Polícia Penal, que também participou da operação, três pessoas foram presas, suspeitas de tráfico de drogas em Maceió. Todas são egressas do sistema prisional alagoano e vinham sendo monitoradas em razão do envolvimento com o ilícito penal. Elas foram encaminhadas à Delegacia de Narcóticos (Dnarc), no bairro de Bebedouro.

Denominada Narco Brasil, a operação percorreu três bairros da capital. Uma mulher foi detida no Residencial Bosque das Palmeiras, no complexo Benedito Bentes, enquanto dois homens foram presos no Residencial Parque dos Caetés, também no Benedito Bentes, e no bairro de Ipioca, parte baixa de Maceió.

Já Elson, o quarto alvo da operação em cumprimento a mandados de prisão expedidos pela 16ª Vara Criminal (Execuções Penais), reagiu à investida das forças de Segurança e acabou baleado em troca de tiros com policiais penais e militares do Bope, Grupamento Aéreo e 8º Batalhão, em Rio Largo, região metropolitana de Maceió, onde foram apreendidas duas pistolas municiadas, além de três aparelhos de telefone celular, maconha, cocaína, crack e R$ 229 em espécie, além de caderno com anotações sobre o tráfico. 

Elielson Firmino, 32 anos, mais conhecido como “Elson da Biquinha”, chegou a ser socorrido, mas veio a óbito em unidade de saúde daquele município. Apontado como chefe do tráfico de drogas nas comunidades “Biquinha” e “Cucau II”, Elson tinha envolvimento com vários roubos e assassinatos na região, razão pela qual chegou a ser considerado um dos criminosos mais procurados de Alagoas.

Nenhum comentário