Publicidade

ANUNCIANTES

Bahia é derrotado pelo São Paulo com gol aos 46 min do segundo tempo

O São Paulo teve que recorrer aos acréscimos do segundo tempo para quebrar a resistência do Bahia e vencer a partida deste sábado, 10, no Morumbi, por 1 a 0. Com isso, emendou o segundo triunfo no Brasileirão, se afastou da zona de rebaixamento e quebrou a boa sequência do adversário, que estava embalado por duas vitórias. Liziero, de cabeça, aproveitando cruzamento de Reinaldo, fez o gol da partida.

Mesmo sem Luan, Benítez e Eder, poupados, o São Paulo dominou os minutos iniciais da partida. Mas a soberania quase foi pelos ares aos 12 minutos, quando Patrick recebeu de Gilberto e ficou de frente para o gol, em chance clara para o Bahia. Não fosse a cabeça salvadora de Diego, quase em cima da linha, o time visitante teria saído na frente. Esse foi um resumo do primeiro tempo: o São Paulo mais dominante, com posse de bola, e o Bahia à espreita de uma oportunidade em escapadas rápidas. A equipe da casa teve chances, como em finalização de Gabriel Sara, em batida de Vitor Bueno, em chute cruzado de Reinaldo. Mas quem ameaçou de verdade foi o Bahia. Além do lance salvo por Diego, ameaçou com uma bomba de Thaciano, no travessão de Tiago Volpi.

Segundo tempo

 

O São Paulo voltou para o segundo tempo disposto a pressionar o Bahia. Em cinco minutos, já lamentava duas chances perdidas – primeiro em chute de Sara que estourou nas costas de Matheus Bahia, depois em cruzamento de Igor Vinícius que ninguém chegou a tempo de concluir. O time comandado por Crespo seguiu em cima, tentando deixar o adversário nas cordas, mas não dava jeito de transformar a superioridade em gol. O treinador resolveu mexer na equipe. Tirou Pablo e colocou Galeano, depois tirou Igor Vinícius e colocou Benítez, que estava sendo preservado no banco. O Bahia abdicou de atacar. E pagou caro. Aos 35, Benítez desviou para Galeano, que perdeu o gol cara a cara com o goleiro Matheus Teixeira. A punição tardou, mas não falhou. Nos acréscimos, Reinaldo dominou com tranquilidade e mandou na cabeça de Liziero, que completou para o gol.

Nenhum comentário