Publicidade

ANUNCIANTES

Bahia volta a perder do Atlético-MG e se complica na Copa do Brasil

O momento de instabilidade que o Bahia atravessa na temporada foi agravado nesta quarta-feira (28). No Mineirão, o time até fez um bom primeiro tempo diante do Atlético-MG, mas não aproveitou as chances no ataque, perdeu por 2x0 e largou em desvantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil.

O argentino Zaracho, no primeiro tempo, e Hulk, no segundo, anotaram os gols do Galo. Foi a segunda vitória seguida do alvinegro sobre o tricolor no período de três dias. No domingo, o Atlético-MG bateu por 3x0, pelo Brasileirão. O Esquadrão não vence há quatro partidas. 

Agora, o Bahia precisa vencer por três gols de diferença, na próxima quarta-feira, para avançar às quartas de final. Por dois gols leva a decisão para os pênaltis. O jogo será no Joia da Princesa, em Feira, porque o clube perdeu um mando de campo. Antes, recebe o Sport domingo pela Série A, em Pituaçu.

Dado Cavalcanti promoveu novidades na escalação. Danilo Fernandes estreou no gol, Luiz Otávio ganhou a vaga de Ligger na zaga e, no ataque, o jovem Ronaldo, do time de transição, começou no lugar de Rodriguinho. Taticamente falando, a estratégia foi de esperar o Atlético-MG para tentar o contra-ataque, principalmente pela direita com Nino Paraíba e Rossi.

O Atlético-MG empurrava o Bahia no campo de defesa, mas o tricolor se defendia bem com uma linha de cinco. Tanto que as primeiras chegadas do Galo foram em chutes de fora da área.

A grande chance do Bahia apareceu aos 17 minutos, em passe de Gilberto para Ronaldo. O garoto driblou o marcador e, de cara com Everson, chutou em cima do goleiro.

O time ia fazendo um bom jogo, mas bastou um segundo de desatenção para o time da casa aproveitar. Aos 36 minutos, Hulk tocou para Dodô, o lateral cruzou para o meio da área e Zaracho, livre, completou para a rede.

No segundo tempo, chances para os dois lados. Aos 11 minutos, Gilberto arriscou de fora da área, o goleiro Everson ‘bateu roupa’, mas a defesa afastou o perigo. A resposta mineira veio em contra-ataque puxado por Nacho Fernández que Hulk não conseguiu boa finalização.

Aos 28 minutos, o golpe final. Daniel errou na saída de bola, Hulk passou por Gilberto e Luiz Otávio na força e, de direita, fez 2x0. 

Gilberto ainda tentou, por duas vezes, diminuir o prejuízo. Na primeira, a bola ficou na marcação. Já aos 45, cabeceou e Everson salvou. 

Atlético-MG 2x0 Bahia – Copa do Brasil (oitavas de final – ida)
Estádio: Mineirão
Gols: Zaracho, aos 36 minutos do 1º tempo, e Hulk, aos 28 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo: Zaracho e Junior Alonso (Atlético-MG); Nino Paraíba e Gilberto (Bahia)
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima (trio de São Paulo)

Atlético-MG: Everson, Mariano, Réver, Junio Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê e Nacho Fernández (Hyoran); Savarino (Sasha), Hulk (Nathan) e Zaracho (Caleb). Técnico: Cuca.

Bahia: Danilo Fernandes, Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Capixaba); Jonas (Lucas Araújo), Patrick e Daniel (Galdezani); Rossi, Gilberto e Ronaldo (Rodriguinho). Técnico: Dado Cavalcanti.

Nenhum comentário