Publicidade

ANUNCIANTES

Fátima-BA: em agenda com o governador Rui Costa, prefeito Binho de Alfredo trata de demandas para o município

Concentrado em assegurar o desenvolvimento do município de Fátima, o prefeito Binho de Alfredo(PT), solicitou junto ao governador Rui Costa um encontro para tratar de demandas que recentemente lhes foi enviada. Na noite desta terça-feira (20/07), o gestor municipal foi recebido em uma audiência exclusiva na Governadoria para tratar de solicitações. A reunião ainda contou com a presença da Deputada Estadual, Fátima Nunes.

Na capital do Estado, Binho cumpriu uma extensa agenda de reuniões com colegas prefeitos que fazem parte do Consórcio Intermunicipal do Semi-Árido Nordeste II. Ele se reuniu com o secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues e Desenvolvimento Urbano, Nelson Pelegrino.

Para o município de Fátima, foi assegurado junto a SEIFRA: pavimentação asfáltica do trecho que liga a BA-220 até a Avenida Nossa Senhora de Fatima; Construção de um Complexo Educacional com 18 salas, quadra, auditório, salas multifuncionais, refeitório e campo Society.

Também foi assegurado o recurso para conclusão da Quadra poliesportiva padrão FNDE da comunidade Capim Duro, iniciada há mais de cinco anos não finalizada pela gestão anterior.

Foi discutido em encontro mais pavimentação em paralelepípedo de várias ruas e avenidas na sede e distritos do município; ampliação de sistemas de abastecimentos de água na zona rural; cobertura da feira livre. O governador Rui Costa foi solícito a gestão municipal.

Eleito pelo PT em 2020 com 8.841 votos, 73,34% dos votos válidos, o chefe do executivo revelou que ao chegar a prefeitura encontrou a máquina pública sucateada e já imaginaria administrar diversos problemas pela frente.

Com exclusividade, Binho falou a redação do Conexão Verdade as dificuldades enfrentadas no início da gestão: "Elas vêm sendo superadas pela força de vontade, compromisso com o povo e os importantes apoios, do Governo do Estado conseguidos nesses 203 dias de administração", destaca.

Segundo ele, uma dívida milionária, contribui para que o caos fosse instalado no inicio de sua gestão, o que causou incompreensão por parte de alguns. 

Herança maldita:

Binho não perdeu a oportunidade para desabafar com autoridades as dificuldades enfrentadas ao longo do inicio de sua administração. De acordo com ele equipamentos foram sucateados, máquinas, carros e caçambas ficaram sem qualquer condições para o uso.

Ainda segundo o chefe do executivo, a ex-gestão deixou vários débitos junto a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (COELBA) que chega ao montante de R$ 520 mil; além de débitos com consignados R$ 150 mil. A lista de dívidas enfrentadas pela nova gestão não se resume apenas no débito junto a Coelba. Foram identificados dívidas com a Embasa R$ 800 mil; precatórios R$ 700 mil; 13º do ano 2020, mais de R$ 200 mil (já pagos); salário de dezembro de 2020: 1,4 milhões ( em negociação com os servidores).

De acordo com o prefeito Binho, as audiências em Salvador foram produtivas e os pleitos já foram destacados pelo Governador, de forma imediata para as Secretarias de Governo.

Nenhum comentário