Publicidade

ANUNCIANTES

Produção de milho em Pernambuco deve alcançar 141 mil toneladas na safra 2020/21; Agreste e Sertão são destaques

Um dos principais consumidores regionais de soja e milho na região Nordeste, Pernambuco deverá produzir 141 mil toneladas de milho na safra 2020/2021, indicando quebra de 25% em relação ao ciclo anterior. A área plantada mantém-se praticamente estável, em 238,2 mil hectares. Os dados são do 10º levantamento da Safra de Grãos, divulgado na quinta-feira (8).

A redução na produtividade justifica-se especialmente pelo déficit hídrico, mesmo sendo amenizada pelo investimento dos produtores no amplo emprego de tecnologia nas lavouras, com utilização de variedades híbridas e mais produtivas, além de plantio, tratos culturais e colheita mecanizada.

Em Pernambuco, o milho é semeado tanto na mesorregião do Agreste quanto na do Sertão, com períodos de plantio diferentes, variando, no geral, entre fevereiro e junho. Atualmente, a cultura encontra-se com cerca de 50% das lavouras em fase de desenvolvimento vegetativo, 30% em fase de pendoamento e 20% em florescimento. Mais detalhes sobre a produção de grãos em Pernambuco e no Brasil podem ser acessados, na íntegra, pelo boletim do 10º levantamento – Safra 2020/21.

Nenhum comentário