Publicidade

ANUNCIANTES

PSOL anuncia representação no Conselho de Ética contra deputado Ricardo Barros

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) anunciou nesta quarta-feira (30) no Plenário da Câmara dos Deputados que o partido vai entrar com uma representação contra o líder do governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. “São três denúncias de corrupção em relação à compra das vacinas Covaxin e Astrazeneca”, disse.

Barros foi citado pelo deputado Luis Miranda (DEM-DF) como envolvido no suposto esquema de superfaturamento no contrato de compra da vacina indiana Covaxin por meio de intermediários. A denúncia foi feita na sexta-feira à Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado que investiga as ações e omissões do governo federal durante a pandemia. Barros também é citado por denúncias publicadas sobre pedido de propina na compra de Astrazeneca por um empresário do setor.

Líder quer falar na CPI


O líder do governo não se pronunciou no Plenário. Pelas redes sociais, afirmou que espera ser convidado pela CPI.


“E gostaria de ir o quanto antes. Peço compreensão aos profissionais de imprensa, mas penso ser adequado esclarecer e reafirmar minhas posições na CPI”, disse. O líder governista também refutou todas as acusações.

“Tenho acompanhado as repercussões e entrevistas a partir da citação de meu nome na CPI da Covid, na última sexta-feira. Fica evidente que não há dados concretos ou mesmo acusações objetivas, inclusive pelas entrevistas dadas no fim de semana pelos próprios irmãos Miranda”, afirmou ele.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Nenhum comentário