Publicidade

ANUNCIANTES

Em Pernambuco, agenda de João Doria com Paulo Câmara gera reação e mal-estar no PSDB

O governador de São Paulo, João Doria, um dos nomes cotados para concorrer ao Palácio do Planalto pelo PSDB, só desembarca em Pernambuco amanhã, mas, um desconforto relacionado a sua agenda no Estado vem ganhando eco desde ontem nos bastidores. As queixas começaram a se acumular nas coxias, mas acabaram rendendo manifestação pública de um vereador do município de São Joaquim do Monte, Ricardo Jefferson, cujas palavras, no entanto, ganham apoio de várias lideranças locais. Em conversas reservadas, tucanos, prestes a receber o paulista, passaram a fazer reclamações. Ricardo Jefferson levou o incômodo, que não é só seu, a público. Em seu instagram, fez um post dizendo o seguinte: "O governador de São Paulo, em visita a nosso estado, ao invés de vir pedir nosso voto e confiança, veio se reunir com nossos adversários locais". Faz referência a uma parte do roteiro que Doria cumprirá em Pernambuco: uma reunião com o governador Paulo Câmara, cujo PSB se inclina a formar uma frente ampla nacionalmente com o PT. No Estado, os socialistas também são oposição ao tucanato. A referida crítica apareceu acompanhada de foto do vereador com outro presidenciável do PSDB, o governador Eduardo Leite.

E o texto dizia: "Se havia dúvidas em quem votar nas prévias do PSDB que irá escolher nosso candidato a presidente de República, hoje isso ficou resolvido. @eduardoleite45 o jovem governador do Rio Grande do Sul será o meu candidato". O detalhe é que, na rede social, o vereador representa o que muitos outros tucanos "ressentidos com o PSB", como eles mesmos definem, sentem. Ricardo Jefferson só fez chegar a público. A agenda do governador de São Paulo no Recife inclui um almoço na casa do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, que recentemente também recebeu Eduardo Leite, a quem ofereceu jantar. De lá, Doria segue para visita ao Porto Digital e, em seguida, às 16h30, será recebido pelo governador Paulo Câmara. Bruno não vai ao Palácio do Campo das Princesas. Antes de cumprir esse roteiro na Capital pernambucana, no entanto, Doria será recebido em Caruaru pela prefeita Raquel Lyra, cotada para concorrer ao Governo do Estado e que deixou o PSB após rompimento, o que motivou sua filiação ao PSDB.

Miguel à mesa com Bruno

Ao anunciar a filiação de Miguel Coelho, ao DEM, o presidente da sigla no Estado, Mendonça Filho, realçou que uma candidatura do gestor ao Governo do Estado se dará ancorada na unidade das Oposições. Nesse cenário de entendimento, o prefeito de Petrolina cuidou de ir à mesa com Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB, na sede do partido em Brasília, na última terça-feira.

Sintonia > O DEM e o PSDB tem relação afinada, mas há ruído entre ACM Neto e João Doria. O tucanato está ciente de que o DEM não vota no governador de São Paulo para presidente da República. Mas ACM Neto e Bruno Araújo tem bom trânsito. Miguel foi a Bruno um dia antes de bater o martelo com ACM Neto.

Desembarque > Em Caruaru, Doria será recebido por Raquel Lyra, presidente do PSDB em Pernambuco, às 8h10, no Aeroporto de Caruaru - Oscar Laranjeira. Vai visitar a Feira de Artesanato de Caruaru e a Via Parque, concederá coletiva, participará do “Encontros do PSDB pelo Brasil” e assina convênio para Educação.

Nenhum comentário