Publicidade

ANUNCIANTES

Ex-miss Sergipe é indiciada por furtar CRM de médica e fazer compras e empréstimos

Uma ex-miss Sergipe foi indiciada pela Polícia Civil por furtar o documento do Conselho Regional de Medicina (CRM) de uma pediatra do Instituto de Previdência do Estado de Sergipe (Ipes), em Aracaju, em setembro do ano passado. Com o documento, foram feitos empréstimos, compra de um celular de R$ 4 mil e a tentativa de locação de carro de luxo.

 

De acordo com as investigações, a mulher levou uma criança para atendimento e, em seguida, furtou o documento.

 

Segundo o delegado Everton Santos, a vítima, ao sair do trabalho, não encontrou a carteira contendo o documento. Após o início de cobranças e cancelamento de cartões, foi feito o registro da ocorrência, em maio deste ano.

 

"Passamos a investigar a tentativa de locação e os empréstimos. Solicitamos imagens e conseguimos uma pessoa que já é conhecida nossa. O fato aconteceu dia 16 de setembro 2020”, disse o delegado da 1ª Delegacia Metropolitana, Everton Santos. Ela já era investigada por falsificação de documento e estelionato.

 

Foi realizada busca e apreensão no apartamento da investigada, onde foram encontrados o celular e o CRM, além da certidão de nascimento da criança. "Solicitamos informações ao Ipes e no dia do desaparecimento da carteira foi o dia em que a criança foi atendida pela vítima, estando com o responsável. Isso insere [a ex-miss] na cena do crime, um furto qualificado”, explicou.

 

O processo por furto qualificado foi encaminhado para 4ª Vara Criminal. A defesa dela não foi localizada para falar sobre o caso.

 

O delegado alertou para a proteção dos documentos pessoais. “Divulgamos para os profissionais liberais como, advogados, médicos, para que não deixem nada à vista. Pois se documentos caírem em mãos erradas, são uma arma nas mãos dos estelionatários". 

Nenhum comentário