Publicidade

ANUNCIANTES

Xuxa abre novo processo criminal contra Sikêra Jr. por difamação e rechaça qualquer conciliação

Xuxa Meneghel entrou com mais uma ação contra Sikêra Jr. Dessa vez, os advogados da apresentadora recorreram ao Tribunal de Justiça do Amazonas e protocolaram uma queixa-crime contra o jornalista na 11ª Vara Criminal, do Fórum de Manaus, no dia 28 de julho, também por difamação.

Em contato com o site Notícias da TV, os representantes da Rainha dos Baixinhos explicaram que, apesar de ações distintas, trata-se do mesmo crime. Isso porque o Alerta Nacional é uma coprodução entre RedeTV! e TV A Crítica, emissora independente de Manaus.

"Tem uma ação cível em São Paulo e outra penal em Manaus. A questão é a mesma: ele ter chamado ela de 'pedófila'. Ele a agrediu. Abrimos em Manaus, pois é o que se chama de competência territorial. A competência territorial para processar crimes contra a honra é no local em que a ofensa foi proferida", explica Ticiano Figueiredo, um dos advogados.

Xuxa aguarda julgamento do pedido de R$ 500 de mil de indenização e suspensão do registro de jornalista de Sikêra Jr

Xuxa reclama de uma declaração do jornalista em seu programa na Rede TV!, que foi ao ar em outubro de 2020. Nele, Sikêra Jr. diz que Xuxa quer “levar as crianças à travessura, prostituição e suruba” com seu novo livro por abordar a temática LGBTQIA+. Xuxa também cita outras ocasiões em que o jornalista teria atacado a sua honra.

Conforme processo, a apresentadora pede indenização de R$ 500 mil, além que o programa seja retirado do ar e a suspensão do seu registro como jornalista de Sikêra. Recentemente, Xuxa negou um pedido de conciliação da defesa do apresentador e também a redução da indenização para R$ 50 mil.

Ao site, os advogados garantem não há nenhum possibilidade de acordo entre as partes. "Abrimos mão de qualquer conciliação. O que se pede é que ele pare de fazer referência negativa sobre ela durante o programa e eventual condenação do juiz que for arbitrar. Não tem reparação de dano", completa o defensor.

Nenhum comentário