Publicidade

ANUNCIANTES

https://www.edenevaldoalves.com.br/wp-content/uploads/2021/12/banner_900x100px_mais_luz.gif

Prefeito de Juazeiro do Norte(CE) testemunha homicídio, persegue e prende suspeito

O prefeito de Juazeiro do Norte Gledson Bezerra (Podemos), que também é policial civil, testemunhou um crime de homicídio na manhã desta terça-feira, 14, na cidade caririense. O gestor estava se deslocando de carro, quando avistou a cena do crime, ao constatar que se tratava de um homicídio, perseguiu o autor e deu voz de prisão.

“Na altura da Rua Letícia Vasconcelos, eu me deparei com um indivíduo que estava cravando uma faca no pescoço de outro, a vítima lá se debatendo no chão e um buraco enorme no pescoço da vítima. Como eu estava passando de carro, a minha esposa chamou atenção, ela disse: ‘O que é aquilo?’ E eu percebi, dei ré no carro, o autor montou na moto e saiu correndo”, contou Gledson em entrevista cedida esta manhã para a rádio local Vale FM.

Conforme o prefeito, ao perceber que se tratava de um crime de homicídio, e após a evasão do criminoso em uma moto, ele iniciou uma perseguição ao infrator. Depois de dar ordem de parada e o autor do crime não atender, Gledson jogou o veículo por cima da moto em fuga com objetivo de parar o fugitivo.

“Quando eu constatei que era um homicídio, botei (o carro) atrás do autor, e ele se evadiu de moto na frente e saiu em alta velocidade. Quando chegou lá na frente eu dei ordem de parada, ele não atendeu, eu joguei o carro por cima da moto dele para ele parar, era num terreno baldio, e aí quando ele caiu, ainda saiu correndo, eu botei atrás dele ainda, dei voz de parada, ele não atendeu aí, ele ainda meio que se virou para trás, eu mandei parar, ele não parou, e eu tive que dar um tiro na perna dele, porque ele simulou um ataque”, explicou o prefeito que também é policial civil.

O gestor municipal relatou que após o disparo, o indivíduo caiu no local. Gledson esperou a equipe do Samu chegar ao terreno onde aconteceu a perseguição final, para prestar atendimento médico ao homem. Com a chegada da viatura da Polícia, o prefeito deu voz de prisão ao autor do crime.

“Eu esperei a chegada da viatura e do Samu também, e dei voz de prisão no indivíduo. E infelizmente foi constatado que ele cometeu um homicídio, o cara morreu na hora. Tanto pelas fotos que eu recebi, golpes à altura do abdômen, as vísceras da vítima estava de fora, como também no pescoço, um buraco enorme”, disse o prefeito.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará confirmou o ocorrido. De acordo com a corporação, o prefeito presenciou a briga entre dois homens, que levou ao homicídio. Gledson perseguiu o autor do crime, que após ser parado por ele, teria “insinuado puxar uma arma contra o prefeito, que rapidamente atirou na perna do suspeito”.

O homem, que tem três passagens por receptação e uma por furto de veículo, foi preso em flagrante por homicídio e encontra-se à disposição da Justiça. “A vítima, um homem de 43 anos, com duas passagens por furto, foi ferida por um objeto perfurocortante e foi a óbito no local. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foi acionada e colheu indícios que ajudarão na investigação”, diz o texto.

Leia a nota da Polícia Civil do Ceará na íntegra:

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) informa que foi preso em flagrante, na manhã desta terça-feira (14), um homem suspeito de homicídio, ocorrido na cidade de Juazeiro do Norte, Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19) do Estado. Segundo informações preliminares colhidas pelas equipes policiais, o prefeito de Juazeiro do Norte, Gledson Bezerra, presenciou na manhã desta terça-feira uma briga entre dois homens, no bairro Triângulo, quando um deles desferiu uma facada contra o outro. O prefeito teria acionado a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e partido em perseguição ao suspeito, colidindo seu automóvel contra a motocicleta dele. Ao descer do veículo, o homem teria insinuou puxar uma arma contra o prefeito, que rapidamente atirou na perna do suspeito. Gledson Bezerra acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a Polícia Militar do Ceará (PMCE). A composição policial auxiliou na condução do homem a uma unidade hospitalar. O suspeito, identificado por José Maria da Silva, de 54 anos, com três passagens por receptação e uma por furto de veículo, foi preso em flagrante por homicídio. O homem encontra-se à disposição da Justiça.

A vítima, um homem de 43 anos, com duas passagens por furto, foi ferida por um objeto perfurocortante e foi a óbito no local. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foi acionada e colheu indícios que ajudarão na investigação.

*Com informações da Rádio CBN Cariri

Nenhum comentário