Publicidade

ANUNCIANTES

https://www.edenevaldoalves.com.br/wp-content/uploads/2021/12/banner_900x100px_mais_luz.gif

Aliado afirma que Marcelo Nilo é especialista em contar "história" e fazer ameaças, após tentar aliança com ACM Neto


A possível ida do deputado federal Marcelo Nilo (PSB) para a base de apoio ao pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto, segue em ritmo acelerado e é visto como um alivio para aliados de Rui, entenda porque.

Em contato com o Conexão Verdade.com, nesta quinta-feira (13), um colega de Nilo, que preferiu manter a identidade em anonimato, afirmou que o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) não tem força política para se destacar no grupo liderado por ACM Neto e vê como suicídio" político ameaças de Marcelo.

“Marcelo se sente traído e faz pressão ao governador que resiste em pé todas as tentativas”. O governador pouca importância dá para o que Marcelo diz. Quem mais foi agraciado no governo do PT, foi Marcelo. Cargos e vantagens para seus aliados... Ainda tem mais poder que alguns de nós aliados a Rui, pontua. 

Marcelo vai... e já não foi antes porque não quis, dispara um aliado. Acredito que ele vá apenas como deputado, não creio que decole ou passe disso... escreve aí, desdenha o deputado. Como não há espaço para Marcelo no PSB, estrategista como ele é, prevendo derrota amarga nas urnas, ele apronta suas malas, arranja confusão sem necessidade alguma dentro da base e vira as costas para quem o mais ajudou, lamenta.

Um encontro ocorrido entre o deputado federal Marcelo Nilo (PSB) e o ex-deputado federal Jutahy Magalhães Jr. (PSDB), cuja foto foi divulgada nas redes sociais de ambos, está sendo encarado como um sinal de que a aliança é certa. A fonte garantiu ao Conexão Verdade.com que Marcelo Nilo vem cogitando desde outubro do ano passado(2020), retornar ao PSDB, partido o qual foi eleito pela primeira vez em 1990. 

“Marcelo Nilo virou especialista em contar história e fazer ameaça. Se ele quer ir, que vá logo. Vá com Deus! Não acredito que ele tenha força política para ser candidato a nada em uma majoritária de ACM Neto. É só bravata, conversinha”, desdenhou. Desde quando comentou por aí, a sua insatisfação com o governador Rui Costa, dias depois Rui ficou sabendo após receber uma mensagem via WhatsApp

Desde setembro de 2020, Marcelo Nilo admite a aliados que tem tido conversas com ACM Neto, mas “não recebeu nenhum tipo de convite formal para ingressar no grupo”. Por outro lado, o senador Jaques Wagner, pré-candidato do PT ao Palácio de Ondina, disse que pretende contar com Nilo no grupo governista.

Marcelo Nilo obteve 115.277 votos totalizados (1,68% dos votos válidos) e foi eleito deputado federal na Bahia no 1º turno das Eleições 2018. Em 2020, Marcelo Nilo (PSB) foi escolhido, por unanimidade, coordenador da bancada de deputados federais e senadores da Bahia. 

Nenhum comentário