Prefeitos temem que reajuste de professores cause “colapso” em cidades

MAIS NOTÍCIAS:

Frente Nacional de Prefeitos (FNP) afirmou, nesta quinta-feira (27/1), que o reajuste de 33,24% no piso salarial de professores da educação básica “desequilibrará as contas públicas, podendo levar ao colapso nos serviços essenciais, à inadimplência e a atrasos de salários”. O reajuste foi anunciado hoje pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Com a mudança, a remuneração mínima da categoria deve passar para R$ 3.845,63, informou o Ministério da Educação (MEC). Segundo a FNP, apesar de o governo federal decidir sobre o aumento de salário, os valores são pagos com recursos dos cofres de estados e municípios.

“Prefeitas e prefeitos registram sua apreensão com a possível oficialização do que foi explicitado no Twitter, já que os eventuais reajustes concedidos no piso do magistério, embora normatizados pelo governo federal, são pagos, praticamente na sua totalidade, com recursos dos cofres de estados e municípios”, declarou a entidade.

A Frente Nacional dos Prefeitos declarou ainda que os entes nacionais “não podem se endividar para pagar salários” e defendeu que o reajuste anunciado pelo governo Bolsonaro “desequilibrará as contas públicas, podendo levar ao colapso nos serviços essenciais, à inadimplência e a atrasos de salários”.

A entidade destaca que “é preciso governar combinando sensibilidade social e responsabilidade fiscal”, afinal, “as finanças locais, infelizmente, não suportam reajustes excepcionais no cenário de incertezas que o Brasil enfrenta”.

A federação pontua que “o reajuste do piso do magistério está permeado de inseguranças jurídicas”, visto que a Lei 11.738/08, que determina o valor do piso para jornadas de 40 horas semanais, está em vigor e prevê reajuste para janeiro de cada ano, mas as regras de atualizações estavam na Lei 11.494/07, do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que foi revogada pela Lei 14.113/20.

Confederação Nacional de Municípios também se manifestou

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) lamentou o anúncio de aumento no piso do magistério. A entidade disse que a medida é resultado de “ambições políticas” para a eleição deste ano.

O impacto no orçamento dos municípios seria de R$ 30,46 bilhões, de acordo com a CNM. “Para se ter ideia do impacto, o repasse do Fundeb para este ano será de R$ 226 milhões. Com esse reajuste, estima-se que 90% dos recursos do Fundo sejam utilizados para cobrir gastos com pessoal”, continua a nota.

Ziulkoski argumenta que a criação de um novo critério de reajuste é bandeira da instituição há mais de 13 anos. O grupo luta pela aprovação do PL 3.776/2008, que vincula o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) nos doze meses anteriores para reajuste do piso.

A CNM recomenda aos gestores locais que o reajuste seja feito com base no índice inflacionário até que o governo federal repasse mais informações.

>Siga o CONEXÃO VERDADE no InstagramTwitter e pelo Facebook

VOCÊ REPÓRTER$type=complex$count=6

Presenciou um fato importante que merece virar notícia? Tem um vídeo ou uma foto? A sua sugestão ou denúncia pode virar uma matéria no Conexão Verdade.com. Envie para o nosso WhatsApp (81) 98107-4700.
Nome

Adustina,15,Alagoas,81,Alagoinhas,7,Antas,4,Anuncie Aqui,1,Arapiraca,4,Augusta Diniz,2,Bahia,63,Brasil,212,Caderno Cultural.,2,Caruaru,2,Ceará,11,Cel João Sá,13,Cícero Dantas,7,Concursos,41,Contato,1,Cotidiano- São Paulo.,2,Delmiro Gouveia,3,Economia,134,Educação,40,Eleições 2020,45,Eleições 2022,12,Entreteniment,1,Entretenimento,298,Esporte,189,Euclides da Cunha,10,Fátima,3,Feira de Santana,6,Geral,4,Goiás,3,Interior da Bahia,223,Itabaiana,9,Jeremoabo,47,Juazeiro,5,Justiça,236,Lagarto,10,Maranhão,3,Maringá,1,Minas Gerais,18,Mundo,4,Notícias,125,Paraíba,13,Paraná,1,Paulo Afonso,43,Pernambuco,163,Petrolina,17,Piauí,7,Polícia,251,Política,371,Quem Somos,1,RÁDIOS,1,Regional,168,Religião,6,Ribeira do Pombal,20,Santa Brígida,1,São Paulo - Brasil. Utilidade Publica,1,São Paulo. Utilidade Pública,1,Saúde,31,Sergipe,172,Serra Talhada,8,Simão Dias,2,Últimas Notícias,190,Vitória da Conquista,4,
ltr
item
REDE CONEXÃO VERDADE - O portal de Notícias Líder em Pernambuco: Prefeitos temem que reajuste de professores cause “colapso” em cidades
Prefeitos temem que reajuste de professores cause “colapso” em cidades
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEjIDn3h3hjnow3EFDJtHBXQpZKYw5vCuxzQzOns-1vWGMsj3QWrMZLdMxqmQNrW6CGRM-0Xug53XBwcnxziq5zt-kZV7csbeALJBUKAlk2P-oaxMlKHvzDkly_s5L-0lTpHpQxEd-ASwN8BXUmhLCa5-V47peq6RxDsLogOLIFyxQzD1-j4P_cJOazY=w640-h426
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEjIDn3h3hjnow3EFDJtHBXQpZKYw5vCuxzQzOns-1vWGMsj3QWrMZLdMxqmQNrW6CGRM-0Xug53XBwcnxziq5zt-kZV7csbeALJBUKAlk2P-oaxMlKHvzDkly_s5L-0lTpHpQxEd-ASwN8BXUmhLCa5-V47peq6RxDsLogOLIFyxQzD1-j4P_cJOazY=s72-w640-c-h426
REDE CONEXÃO VERDADE - O portal de Notícias Líder em Pernambuco
https://www.conexaoverdade.com/2022/01/prefeitos-temem-que-reajuste-de.html
https://www.conexaoverdade.com/
https://www.conexaoverdade.com/
https://www.conexaoverdade.com/2022/01/prefeitos-temem-que-reajuste-de.html
true
6964906002310646831
UTF-8
Carregar todas as matérias Nenhum resultado encontrado. LEIA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Matérias Ver todas Veja também Tópico Arquivo Busca Todas as matérias Nenhum resultado encontrado para sua busca Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Mai Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo Há 1 minuto Há $$1$$ minutos Há 1 hora Há $$1$$ horas Ontem Há $$1$$ dias Há $$1$$ semanas Há mais de 5 semanas Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar Table of Content