Recent

Vitória perde pênalti, mas arranca empate com Cuiabá na Arena Pantanal

Sob os olhares de Mazola Júnior, novo treinador do Vitória, na noite desta terça-feira, 8, o Rubro-Negro empatou em 3 a 3 com Cuiabá, pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Mazola assistiu o jogo de um camarote da Arena Pantanal, em Mato Grosso, e viu o time oscilar dentro dos 90 minutos. O Leão saiu atrás, buscou a virada, perdeu um pênalti quando vencia o jogo, voltou a ficar atrás do placar, e buscou a igualdade na reta final.

Com o empate, Rodrigo Chagas encerrou sua passagem como técnico interino do time principal com 59% de aproveitamento. Ele venceu duas vezes, empatou uma e foi derrotado em outra ocasião.

O Vitória volta a campo na sexta, 11, dessa vez já sob a batuta de Mazola Júnior. A estreia do novo treinador vai ser contra o Cruzeiro, no Barradão.

Primeiro tempo


O jogo começou movimentado na Arena Pantanal e com 16 minutos as duas equipes já tinham balançado as redes. Os gols, inclusive, foram bem parecidos. Ambos em jogadas de contra-ataque.

O placar foi aberto, aos 12’, pelos donos da casa. Maxwell foi acionado na direita e rolou para trás, aí Rafael Gava chegou livre e mandou uma bomba, de primeira, no ângulo de César.

Quatro minutos depois, aos 16’, o Vitória respondeu na mesma moeda. O contra-ataque achou Vico pela direita, o camisa 11 invadiu a área e rolou para Thiago Lopes. Também de primeira, o meia rubro-negro abusou da categoria para tirar do alcance do goleiro a marcar mais um bonito gol na Arena.

Depois do começo acelerado, o jogo perdeu intensidade. Nesse novo contexto, os donos da casa levaram ligeira vantagem e foram mais organizados em campo. Ainda assim, não conseguiram criar boas oportunidades para voltar a marcar.

Na verdade, foi do Leão as duas melhores chances de fazer segundo gol ainda no primeiro tempo. Aos 38’ Lucas Cândido chutou perto da trave defendida por João Carlos. Depois, aos 44’, Jordy Caicedo invadiu a área, mas chutou fraco e facilitou a vida do arqueiro adversário.

Segundo tempo


As chances rubro-negras continuaram no começo da segunda etapa. Lucas Cândido, de cabeça, e Fernando Neto, em chute de fora da área, obrigaram João Carlos a fazer defesas importantes já nos primeiros minutos.

A pressão era um sinal de que o gol estava a caminho, e ele veio aos nove minutos. Vico cobrou falta na área e Fernando Neto completou de peixinho para o fundo das redes.

Fernando Neto, por sinal, estava com tudo. Dois minutos depois de virar para o Rubro-Negro ele invadiu a área e só foi parado com falta. Vico foi para cobrança do pênalti e mandou para a lua a chance de aumentar a vantagem no placar.

O erro de Vico custou caro, principalmente porque logo na sequência, aos 15’, Elton tabelou com Rafael Gava e empatou para o Cuiabá. Oito minutos depois o camisa nove cumprimeitou as redes mais uma vez e marcou o terceiro dos donos da casa.

A partida teve tempo ainda para mais um gol. Thiago Lopes marcou de cabeça e voltou a empatar para o Vitória: 3 a 3. O gol rubro-negro deu justiça ao placar de um confronto em que as duas equipes alternaram momentos de domínio na Arena Pantanal.

Na bronca


A torcida do Vitória reagiu negativamente a contratação de Mazola Júnior, anunciado pelo Rubro-Negro na noite da segunda, 7. Nesta terça, o clube publicou um vídeo em que o presidente Paulo Carneiro sai em defesa do novo treinador.


“Dirigiu Ponte Preta, subiu Sport. Tem dez anos de Série B, conhece o campeonato. Espero que ele e Rodrigo possam levar o Vitória a uma classificação melhor que a que tivemos até então”, disse Paulo Carneiro.

Nenhum comentário