Publicidade

ANUNCIANTES

Estreia de Arthur Lira em sessão quente tem estilo linha dura com cortes e recados a deputados

Em sua primeira sessão mais quente como presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) fez questão de deixar claro seu estilo. Ele comandou nesta sexta-feira (19) a sessão que confirmou decisão do STF e manteve preso Daniel Silveira (PSL-RJ).

De acordo com informações da coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, o parlamentar impediu fala de Kim Kataguiri (DEM-SP), cortou microfone de deputadas no meio da frase e deu bronca em colegas da Casa pelo uso excessivo de adjetivos em discursos.

“Quero frisar que, a partir de hoje, essa Mesa [Diretora] será rigorosíssima com qualquer tipo de adjetivação inadequada no plenário desta Casa. Doa em quem doer. Tenham cuidado e responsabilidades com as falas dos senhores deputados dentro do plenário desta Casa”, disse.

O aviso aconteceu logo após fala de Talíria Petrone (RJ), líder do PSOL, na qual ela relacionou Silveira e Jair Bolsonaro a um “movimento antidemocrático que precisa ser encerrado e interrompido”.

Nenhum comentário