Publicidade

ANUNCIANTES

Insumos para produção de 12 milhões de doses de vacinas da Fiocruz chegam ao Brasil


O carregamento de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) para produção de 12 milhões de vacinas da AstraZeneca chegou neste sábado (22.mai) às 17h54 no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro.

Os insumos, que vieram do laboratório Wuxi Biologics, na China, seguem para as instalações da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), no Rio.

A entrega inclui duas remessas, já que um carregamento que estava agendado para 29 de maio teve seu envio antecipado. Ao chegar, o IFA ainda precisa ser checado e descongelado.

De acordo com a Fiocruz, as vacinas que serão produzidas com este insumo irão assegurar as entregas ao SUS (Sistema Único de Saúde) até a 3ª semana de junho.

TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA

A Fiocruz também trabalha no processo de transferência de tecnologia para produzir o insumo no Brasil. Segundo a fundação, todas as informações técnicas necessárias à transferência de tecnologia já foram repassadas pela AstraZeneca.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) já concedeu a certificação das condições técnico-operacionais das instalações que produzirão o IFA, após vistoria realizada neste mês.

Duas doses de vacina (Pfizer+AstraZeneca) protegem contra variante indiana, diz FT

Um estudo preliminar do PHE (Public Health England) mostrou que duas doses das vacinas Pfizer-BioNTech e Oxford-AstraZeneca oferecem proteção de 81% contra a variante indiana B.1.617 e 87% contra a cepa britânica B.1.1.7.

As informações foram publicadas em uma reportagem do jornal Financial Times.

O jornal ouviu duas pessoas que tiveram acesso a dados apresentados no Grupo de Aconselhamento sobre Ameaças de Vírus Respiratórios Novos e Emergentes do Public Health England (PHE), agência do Departamento de Saúde britânico.

No estudo, foi mostrado que apenas uma dose das vacinas – tanto AstraZeneca, quanto Pfizer – apresentam apenas 33% contra infecção sintomática da variante indiana e 51% contra a britânica.

A pesquisa, que ainda será publicada, deve enfatizar a importância da imunização completa, com 2 doses, para proteção efetiva contra a cepa B.1.617.

Anvisa aprova estudo clínico de remédio contra covid-19 feito com células-tronco.

Nenhum comentário