Publicidade

ANUNCIANTES

Como Geisy foi punida pelo Instagram por sexualizar o serial killer Lázaro

Geisy Arruda se inspira em temas atuais para produzir contos eróticos. Não importa o assunto. Pode ser o preço em alta da carne, a pandemia ou até mesmo a fuga de Lázaro Barbosa, que paralisou a população em frente à TV no fim de junho. Instigada pela figura do criminoso, que foi morto após ser perseguido pela polícia, Geisy publicou um conto picante, mas acabou sendo penalizada pelo Instagram.

A história foi publicada no podcast da escritora, que foi surpreendida ao promover o conto em seu perfil do Instagram. Na rede social, ela é acompanhada por mais de 4 milhões de seguidores.

- O Instagram derrubou a minha divulgação, tomei uma penitência. O Instagram falou que eu estava fazendo apologia ao crime. Fui quase cancelada. Só porque eu quis fazer uma gracinha. Não era o serial killer, mas aquele baiano com aquele corpo atlético no meio do mato. Eu estava olhando pelo lado sexual, e não julgando a pessoa do Lázaro. Eu estava viajando na put***, né?.

A escritora, que hoje lança o terceiro livro de contos eróticos da carreira, afirma ter recebido um aviso da rede social.

- Tiraram do ar e mandaram uma notificação. E ainda colocaram, 'você corre o risco de perder a sua conta'. Quase me lasquei por causa do Lázaro e essa minha criatividade. Fui suspensa e ainda levei uma ameaça. A minha sorte é que eu já sou cancelada mesmo e não deu em nada.

Pelas diretrizes do Instagram, usuários podem ter publicações bloqueadas pelas violações de uma série de regras, como por exemplo posts contendo nudez, com mensagens de incentivo à violência ou apologia ao crime.

Quais outras situações inspiram Geisy Arruda?

- Tenho um podcast sobre um açougueiro. A carne está muito cara. E eu precisava ganhar um desconto ou uma permuta. Começa com uma linguiça? O meu próximo podcast vai ser sobre o aumento da luz. Tem que ter esse bom humor, de fazer da coisa ruim uma coisa boa: no meu caso, um conto erótico.

"Não Apague o Meu Fogo... Queime Comigo!"

A pandemia de covid-19 mexeu com a libido de Geisy Arruda, que respeitou o isolamento social. Trancafiada em casa, de quarentena, recorreu a memórias inesquecíveis — entre outras situações inventadas — para escrever um novo livro: "Não Apague o Meu Fogo... Queime Comigo!".

Após a experiência de ter o conteúdo bloqueado pelo Instagram, a autora prevê o lançamento de duas capas para a obra: uma mais "comportada", em suas palavras, e uma segunda de lingerie, que será disponibilizada em outras redes sociais, como Twitter. Além de um convite ao prazer, Geisy espera ajudar as leitoras:

- O livro fala sobre não por limites na mulher, não tentar podar a mulher, mas simplesmente ferver com ela. Quando digo queimar é no bom sentido. É se libertar sexualmente. Chega a dar um calor!

Ilustrado com fotos sensuais da própria autora, "Não Apague o Meu Fogo... Queime Comigo!" está à venda por R$ 34,90 pelo site oficial de Geisy Arruda.

Nenhum comentário