Publicidade

ANUNCIANTES

https://www.edenevaldoalves.com.br/wp-content/uploads/2021/12/banner_900x100px_mais_luz.gif

Clube pode perder acesso à Série A do Brasileirão após denúncia de salários de atletas atrasados

O Avaí corre o risco de perder três pontos e também o acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Isso porque sete atletas estão com salários atrasados e acionaram o STJD para formalizar uma denúncia contra o clube catarinense.

Caso as tratativas da punição evoluam, o Avaí, quarto colocado da Série B do Brasileirão em 2021, seria punido com a perda de três pontos, o que o faria perder a quarta colocação e permanecer na Série B, beneficiando assim o CSA, quinto colocado e que ficaria com a vaga na elite. Os atletas que entraram com a ação contra o Avaí foram: Diego Renan, Edílson, Iury, João Lucas,Jonathan, Rafael Pereira e Ronaldo. Nenhum deles teve contrato renovado para 2022.

Eles procuraram o Sindicato dos Atletas Profissionais de Futebol do Estado de Santa Catarina para realizar a denúncia, enviada na última segunda-feira (27) ao STJD. Segundo o site ESPN, o clube foi denunciado com base no artigo 31, parágrafos 1º e 2º da Lei 9.615/98, e artigo 17, parágrafos 1º e 2º do Regulamento da Série B/2021.

O Avaí tem três dias após o dia 21 de janeiro, data que terminará o recesso do STJD, para se posicionar sobre a denúncia dos atletas. Caso tudo seja comprovado, o Tribunal exigirá uma resposta do clube catarinense em um prazo mínimo de 15 dias para que pague os sete jogadores.

De acordo com informações do portal GE, Julio Heerdt, presidente eleito do Avaí e que assumirá o comando do clube a partir de sábado (1° de janeiro), teve um encontro com Marcelo Alexandre, presidente do Sindicato. De acordo com ele, os atletas não aceitaram uma nova espera de pagamento e entraram de vez com a ação no STJD.

Nenhum comentário