Publicidade

ANUNCIANTES

https://www.edenevaldoalves.com.br/wp-content/uploads/2021/12/banner_900x100px_mais_luz.gif

Prefeito Cassinho fracassa, aliado perde eleições da mesa diretora da Câmara de Vereadores; oposição se fortalece em Nova Soure-BA

Prefeito Cassinho em Brasília ao lado do colega Jair Santos

Aconteceu na manhã dessa terça-feira, 14, a eleição para a Mesa Diretora da Câmara de em Nova Soure/BA, para o biênio 2023/2024, onde a oposição venceu a mesma por 6 votos a 5 da situação, apoiada pelo prefeito Cassinho.

O vereador Barimar, atual presidente, se reelegeu para um novo período a frente da casa legislativa, com seis votos. Compõem a mesa diretora: Barimar, presidente, Nilton de Gavião, vice-presidente; Val Gás, primeiro-secretário; Natalício, segundo-secretário.

A chapa da situação, com apoio do Prefeito Cassinho, teve como candidato Zé Carlos da Cajuba, este derrotado por cinco votos.

Começou a batalha contra Gabriel Nunes e Cassinho

A disputa pela prefeitura de Nova Soure, pode antecipar os palanques para 2022. Três membros da mesa já anunciaram que apoiam a pré-candidatura de Ricardo Maia a deputado federal: Barimar, Nilton Gavião e Natalicinho. Quem também apoia Ricardo é o Denis da Sorveteria(PSB), este eleito vereador com 708 votos.

Fontes fidedignas dos bastidores políticos revelam que Cassinho vem declarando guerra a seu colega de partido, Ricardo Maia. Por um outro lado o ex-prefeito de Ribeira do Pombal, não deu trégua e tem invadido a fundo o campo de Cassinho. Seu objetivo é desmoraliza-lo politicamente o máximo possível dentro do colégio eleitoral regional, com pretensões de derrotar seu principal aliado Gabriel Nunes, também pré-candidato a deputado federal, ambos colegas de partido(PSD).

Não é mole não

Ricardo Maia quer a qualquer custo eleger um membro de seu agrupamento político a prefeito em Nova Soure, seu novo reduto político. Por uma questão de 'vingança', contra Cassinho, Maia tem pretensões em conquistar a prefeitura de Nova Soure. Esse será seu próximo passe além de Tucano e Ribeira do Pombal, já conquistadas em 2020 quando elegeu seu filho Ricardo Maia Filho, prefeito mais jovem da Bahia e seu fiel amigo Eriksson sucessor em Pombal 

Vale tudo pelo poder

Ricardo não tem deixado barato as punhadas sofridas dentro do próprio partido, que pode custar caro o sonho de Gabriel Nunes, de se tornar deputado federal. O ex-prefeito de Ribeira do Pombal tem ouvido conselhos de amigos: parta para cima. Assim o tem feito, sem dó e piedade. O que se sabe até aqui; é que Ricardo vem jogando duro e pesado, contra Cassinho e Gabriel Nunes na tentativa de derrotá-los politicamente em toda região Semiárido Nordeste II, o que parece não está tão distante de se concretizar. 

Com o resultado satisfatório, vereadores, foram à Ribeira do Pombal, comemorar ao lado do principal rival adversário de Cassinho e Gabriel Nunes. O encontro ocorreu no escritório político de Ricardo Maia. Foi a maior festa e gargalhada. Foi drible com 'golaço de ouro' para o natal e ano novo.

Não foi dessa vez

O prefeito de Nova Soure, preocupado com a possível derrota tentou driblar o resultado do ‘fracasso’ buscou refúgio e apoio a um colega prefeito do PSD, na região. A derrota foi inevitável. O colega prefeito que não é (Jair Santos) na foto acima, tentou ensaiar uma ajuda sem dar ao Cassinho o mínimo crédito e importância; porém os esforços não passaram apenas de uma simples mensagem via aplicativo de celular. A resposta  que o colega prefeito amigo de Cassinho recebeu foi: mestre, voto não.

Embarcando no primeiro voo

Prevendo derrota, Cassinho se mandou logo cedo para Brasília/DF antes da última aeronave do dia partir. O resultado apurado foi o pior possível. Derrota. Cassinho participou da mobilização municipalista nacional, aonde reuniu mais de 150 prefeitos baianos, evento organizado pela UPB.

Com informações de Carlino Souza do interior da Bahia - Com você sempre a frente!

Nenhum comentário