Publicidade

ANUNCIANTES

Saída de Geraldo Alckmin do PSDB deve ser anunciada nos próximos dias

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, deve sacramentar a sua saída do PSDB nos próximos dias. Candidato derrotado à presidência em 2006 e 2018, o tucano tem perdido cada vez mais espaço no partido e nem figura na lista de nomes que devem disputar as prévias dentro da legenda para ser o representante na briga pela cadeira no Palácio do Planalto.

A intenção de Alckmin é tentar se eleger governador de São Paulo mais uma vez, o que também não parece ser o plano do PSDB, que nos últimos anos viu despontar como liderança o atual governador, João Doria.

A tendência é que, desta vez, Alckmin dispute como adversário do partido que governa o Palácio dos Bandeirantes desde 1995. Ele foi o nome que passou mais tempo no governo, ao todo 13 anos.

O seu destino ainda é incerto, mas segundo informações do UOL, ele teria recebido o convite de pelo menos 10 partidos. Por enquanto, DEM e PSD - que já atraiu o prefeito do Rio de Janeiro, e o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia - são os mais cotados a receber Geraldo Alckmin.

No caso do DEM, seria a oportunidade perfeita para ACM Neto tentar se vingar de João Doria, que levou o seu vice-governador Rodrigo Garcia, eleito pelo partido do ex-prefeito de Salvador, para o PSDB.

Com o movimento, Alckmin pode levar outros prefeitos da Grande São Paulo consigo.

No PSD de Gilberto Kassab, a vantagem para Alckmin é não ter nenhuma resistência interna e conseguir um caminho livre para disputar como candidato o Governo de São Paulo em 2022.

Por ora, o ex-presidente nacional do PSDB não confirma nem desmente a sua saída. Nos últimos dois anos ele esteve afastado da política, mas já admitiu que vai voltar à vida pública.

Desde 2018, quando Doria se associou à imagem do presidente Jair Bolsonaro, Alckmin se afastou do seu afilhado político. 

A relação foi mais abalada no entanto neste acordo para 2022, no qual Doria quer sair como candidato à presidência e eleger em São Paulo o seu vice Rodrigo Garcia.

Segundo um interlocutor, Doria teria sugerido a Alckmin, então, que saísse como candidato a deputado federal, o que teria ofendido o ex-governador.

Nenhum comentário