Publicidade

ANUNCIANTES

Araci-BA: justiça decreta prisão preventiva do médico acusado de matar amigo no Rio Jacuípe


A juíza Márcia Simões expediu nesta terça-feira (27) o mandado de prisão preventiva do médico Geraldo Freitas de Carvalho Júnior, acusado de matar o amigo e médico Psiquiatra Andrade Santana Lopes, que morava na cidade de Araci.

A prisão temporária dele foi decretada no dia 28 de maio e prorrogada por mais 30 dias no dia 28 de junho.

De acordo com o pedido de prisão feito pela Delegacia de Homicídios de Feira de Santana, já foram ouvidas 20 testemunhas, mas ainda não foi possível esclarecer a motivação do homicídio. No entanto, segundo a polícia, há provas suficientes e indícios que apontam que o assassinato foi cometido por Geraldo Júnior.

O pedido alega ainda que o acusado armou uma emboscada com o propósito de tirar a vida da vítima, além de tentar, enquanto se encontrava em liberdade "desviar o foco das investigações aproximando-se dos familiares e amigos de Andrade para ter ciência do trabalho realizado pela Polícia Civil, e chegou a criar um grupo em aplicativo de celular para 'auxiliar' as investigações, conforme consta nas oitivas.

O médico Andrade Santana Lopes foi encontrado morto no Rio Jacuípe, em São Gonçalo dos Campos, na manhã do dia 28 de maio, após ficar cinco dias desaparecido. Ele saiu de Araci com destino a Feira de Santana e marcou um encontro com o amigo Geraldo, que estudou medicina com Andrade em uma faculdade na Bolívia e, após concluírem o curso, voltaram ao Brasil para trabalhar no interior da Bahia. 

Nenhum comentário